quarta-feira, 16 de março de 2011

paralelismos sem pés dem cabeça

«Importa que os jovens deste tempo se empenhem em missões e causas essenciais ao futuro do país com a mesma coragem, o mesmo desprendimento e a mesma determinação com que os jovens de há 50 anos assumiram a sua participação na guerra do Ultramar.» - Cavaco Silva

Não sei o que é mais chocante nas coisas que de vez em quando Cavaco Silva diz: se é a aparente ignorância da História, a sombra Salazarista que nunca o abandonou ou se é o atrevimento. Como se atreve a fazer paralelismos destes? O insulto chega a todos, aos jovens de há 50 anos e aos jovens de hoje. Aos de ontem porque eram autêntica carne para canhão, sem possibilidade de questionar sequer a utilidade da guerra colonial quanto mais rejeitá-la. Aos de hoje porque os toma por parvos. Deprimente.

Quando os meus tios regressaram do Ultramar, logo a seguir ao 25 de Abril, era isto o que mais ouviam.

3 comentários:

Anónimo disse...

Concordo...

Anónimo disse...

uma tristeza este presidente, uma tristeza. ignorância tem muita e o problema é que não é capaz de ver a sua própria ignorância. mas ela pesa-lhe muito, pesa-lhe, cada vez mais, a ignorância ignorada. como diz a minha vizinha Esmeralda, é "seco" este presidente. concordo Esmeralda, é desidratado de ideias, seco, secante, imbecil mesmo.

maria n. disse...

Agora que vai reunir com os conselheiros, talvez eles lhe possam dar alguns conselhos sobre as coisas que não deve dizer, mas julgo que não tem solução.