sábado, 6 de novembro de 2010

submarinos

A nossa dívida é tão grande que já não se mede em Euros. Mede-se em submarinos.

Sem comentários: