terça-feira, 17 de novembro de 2009

penhora

E o pagamento como é? O vendedor começa a explicar o financiamento. Não há qualquer tentativa de me convencer a optar pelo pronto pagamento, nem tão pouco o menciona, porque ninguém tem dinheiro para comprar nada a pronto pagamento e, apesar da crise, ou talvez devido a ela, já não sei, os vendedores recebem comissão pelo endividamento do cliente. Penhoramos as nossas vidas e há quem lucre com isso, contando com esse ganho extra para tirar a sua do prego. É tudo muito deprimente. Analiso o termo penhora e pergunto-me se cada memória traumatizante da nossa história pode resumir-se numa palavra.

Sem comentários: