terça-feira, 10 de novembro de 2009

muro

“It is good to realize that once there were times when we were not afraid to show feelings, and did not take considerateness and kindness to be a sign of weakness.” - Vaclav Havel sobre o espírito de 1989.

Estava na Alemanha pouco depois da queda do muro. Para os alemães de leste, agora à solta do lado de cá, tudo despertava ainda admiração. Distinguiam-se facilmente denunciados pela linguagem corporal, familiar porque era a mesma de muitos portugueses quando a Europa lhes entrou pela porta dentro. A distância entre as duas realidades roubava-lhes o anonimato no cenário da abundância. Sobressaíam pela timidez e curiosidade quase infantil pelos produtos expostos, empurrando carrinhos vazios dentro de supermercados, observando os outros alemães como se eles fossem também artigos de consumo, donos da vida que lhes tinha sido emparedada e selada com um beijo e que, garantiam os cem marcos de boas-vindas, agora era de todos. Mas não o era e eles tinham pressa.
Estranhos batiam à porta apresentando-se como remetentes das cartas que chegavam de longe a longe. Fizeram-se bolos e chá e encheram-se-lhes os braços de prendas e de abraços. O castelo de Neuschwanstein, o tal dos contos de fadas, estava repleto de alemães de leste e o Kurt, refugiado desde 1986, já não comprava todo o stock de cimento do armazém com receio de que esgotasse no dia seguinte.
Vinte anos depois fazemos a peregrinação das recordações do 9 de Novembro de 1989 e os sentimentos desse dia voltam a atravessar-nos o coração. Os líderes do mundo livre encadeiam discursos na porta de Brandemburgo e Lech Walesa faz cair as peças do dominó. No Euronews há uma reportagem sobre a ostalgie (nostalgia pelo leste) que alguns se apressam a interpretar como desejo de regresso ao passado. Não entendem, talvez, que é a certeza na mudança que alimenta o prazer dessa nostalgia.

3 comentários:

CCF disse...

É claro, só a certeza da mudança pode alimentar a nostalgia.
~CC~

blue disse...

certeira, a tua frase final.

Lutz disse...

belo post!