quinta-feira, 19 de novembro de 2009

e as vítimas dele, têm estatuto de quê?

Após vários pedidos dirigidos à Alemanha pelo Ruanda para a detenção e extradição de Ignace Murwanashyaka, líder das FDLR - milícia Hutu que agrega grupos directamente ligados ao genocídio de 1994, responsável por inúmeros crimes contra a humanidade no Congo - assim como pressões nesse sentido vindas de grupos alemães e internacionais defensores dos direitos humanos, as autoridades alemãs procederam finalmente à sua detenção.

The pressure on the German authorities had recently increased. The United Nations expressed its surprise regarding the ease with which Murwanashyaka could control his militia groups in Congo from Mannheim. - Spiegel Online

Mais incrível é Murwanashyaka não só controlar as milícias a partir do paraíso alemão como ter também estatuto de asilado nesse país com base no facto de ser “vítima de perseguição política”.

Sem comentários: