terça-feira, 4 de agosto de 2009

transparência

Alice disse à Rainha Branca que não se podia acreditar nas coisas impossíveis, ao que a rainha respondeu dizendo que ela não tinha praticado o suficiente. Na sua juventude a rainha fazia-o meia hora por dia, às vezes chegava a acreditar em seis coisas impossíveis antes do pequeno-almoço.
Manuela Ferreira Leite acredita na transparência antes do almoço mas à tardinha deixa de acreditar e inclui dois arguidos em processos judiciais na lista de deputados por Lisboa. Tal como a rainha dizia à Alice, acreditar nos impossíveis é uma questão de prática, algo que se pode disciplinar e planear para uma determinada hora do dia.

Sem comentários: