domingo, 5 de julho de 2009

aborígene

Se eu fosse uma aborígene não conheceria as palavras esquerda, direita, frente e atrás e referir-me-ia à minha mão esquerda ou à minha perna direita usando os pontos cardeais. Mas o meu pé sudoeste ou a minha mão oeste mudariam de nome se eu mudasse de posição. Uma aborígene tem de estar sempre orientada, sabe essas coisas intuitivamente, enquanto eu nem sempre distingo a mão direita do meu pé esquerdo. Qualquer coisa se perde na viagem do cérebro até à mão que escreve.

2 comentários:

CCF disse...

Texto fantástico!
Abraço,
~CC~

maria n. disse...

Abraço, CC :)