segunda-feira, 20 de outubro de 2008

chichi

Nunca quis ser um rapaz excepto quando tinha de interromper as brincadeiras na rua para fazer chichi. Nessas alturas um pénis ter-me-ia dado muito jeito. Perdi muito tempo a correr para casa, subir escadas, descer cuecas, fazer chichi, subir cuecas, descer escadas. Quando chegava à rua os donos de pénis diziam assim:

- Quem foi ao mar perdeu o lugar.

2 comentários:

Helena disse...

O meu problema não era bem esse - era a caça aos grilos. Eu não conseguia acertar tão bem na toca do grilo como eles.
(será que estamos aqui a discutir a inveja do pénis?)

Maria N. disse...

Se calhar era inveja mas nunca pensei assim. Apercebemo-nos na infância das grandes injustiças que continuam a acontecer-nos pela vida fora. Injustiça, não no sentido de não ter pénis – nada podia fazer quanto a isso -, mas da utilização que se fazia(faz) dele para excluir as mulheres de uma série de coisas e penalizá-las na competição.