sexta-feira, 24 de outubro de 2008

vozes interiores


Iris Schwarz


As minhas vozes interiores falam umas com as outras. Diz a voz do lado esquerdo que a do direito pensa mal. A outra repõe dizendo que ela não sabe podar roseiras.
A verdade é que nunca podei a roseira da Adeline. As rosas sempre floriram aos montes, brancas, bonitas; achei que não era preciso mexer no que era perfeito. As vozes mentem uma à outra, tanto quantas as pétalas que têm.

2 comentários:

Anónimo disse...

há uns dias que te quero dizer que bom é encontrar aqui reflexos das tuas vozes. e como é belo o desenho que aqui publicas.

cláudia (sem login)

Maria N. disse...

... e que bom é saber que continuas a passar por cá, Cláudia.
bj