quarta-feira, 10 de setembro de 2008

espreitar a face de deus


«The Large Hadron Collider (LHC) is a gigantic scientific instrument near Geneva, where it spans the border between Switzerland and France about 100 m underground. It is a particle accelerator used by physicists to study the smallest known particles – the fundamental building blocks of all things. It will revolutionise our understanding, from the minuscule world deep within atoms to the vastness of the Universe.

Two beams of subatomic particles called 'hadrons' – either protons or lead ions – will travel in opposite directions inside the circular accelerator, gaining energy with every lap. Physicists will use the LHC to recreate the conditions just after the Big Bang, by colliding the two beams head-on at very high energy. Teams of physicists from around the world will analyse the particles created in the collisions using special detectors in a number of experiments dedicated to the LHC.»
- http://public.web.cern.ch/public/en/LHC/LHC-en.html

Estas coisas criam sempre alguma ansiedade e receios e não sem alguma razão. A ciência erra e não é globalmente aceite como um meio de dizer verdades absolutas, sobretudo por aqueles que não têm conhecimentos suficientes para poderem distinguir o verdadeiro do falso nas questões que não dominam. São a maioria e tudo acaba por se resumir a uma questão de fé. É o meu caso. Não sei se vamos ficar mais perto de compreender a origem do universo, ou se adicionaremos mais questões às que já existem. De qualquer forma, acredito que sabem o que fazem e que é seguro fazê-lo. Boa sorte aos cientistas do CERN.

Sem comentários: