domingo, 3 de agosto de 2008

have you ever seen the rain?



Someone told me long ago theres a calm before the storm,
I know; its been coming for some time.
When its over, so they say, it'll rain a sunny day,
I know; shining down like water.

Yesterday, and days before, sun is cold and rain is hard,

I know; been that way for all my time.
till forever, on it goes through the circle, fast and slow,
I know; it cant stop, I wonder.

Um dia destes talvez me apeteça dizer-te que quando tu não estavas, eu e as tuas irmãs invadíamos o teu quarto. Por algum motivo misterioso não se iluminava nunca, senão por uma pequena nesga de luz, derramada pela frincha da portada de madeira que a tua irmã abria com uma precisão milimétrica; apenas o suficiente para nos deixar ver a tua colecção de singles, o braço do gira-discos e os quadros do teu irmão pendurados nas paredes, ao lado da fotografia do Che e do retrato de Marx. A tua casa era a única na nossa rua que tinha um gira-discos e um dos teus singles era este, dos Credence Clearwater Revival, que ouvíamos vezes sem conta deitadas nas três camas do quarto, fingindo estar pedradas com a marijuana do teu irmão pintor. Sempre calmo, paciente, cachimbo pendurado na barba e olhar azul de ternura, nunca reclamaste das castanhas a assar por baixo da agulha do gira-discos, à conta dos tantos riscos causados por mãos de meninas pouco habituadas a lidar com aparelhos.

Someone told me long ago theres a calm before the storm,
I know; its been coming for some time.

Na sede do MES, que ficava mesmo em frente, os teus amigos barbudos vinham para a varanda ouvir a música e nós girávamos o botão do volume para o máximo. Mandavam-nos piropos revolucionários enquanto nós, miúdas de catorze anos, nos esboroávamos em risinhos parvos, e até pediam discos, imagina; havia tardes de discos pedidos de varanda para varanda.
Não sei por onde andavas mas quando o mercedes do filho do patrão do teu pai, cuja casa estava cosida às paredes do MES, foi pelos ares a meio da noite, numa chuva de vidros e metal, eu adivinhei.

Mas não disse a ninguém.


Sem comentários: